breadcrumbs

7 fatos sobre clareamento dental que você sempre teve dúvida

Clareamento-dental

28.06.2021 | POR: Fabricio

7 fatos sobre clareamento dental que você sempre teve dúvida

O clareamento dental é um procedimento odontológico que tem proporcionado muita satisfação aos pacientes que procuram por estética e beleza no sorriso.
Nessa técnica, conseguimos deixar os dentes mais brancos e brilhantes reduzindo o tom da cor original.
Porém, algumas informações sobre clareamento dental são bastante úteis para você que está pensando em fazer o procedimento, mas ainda tem dúvidas sobre a técnica.
Apesar de já estar bastante comum, ainda existem muitos mitos e tabus sobre o clareamento.
Por isso, fizemos este post para mostrar a você coisas sobre o clareamento dental que talvez você ainda não sabia.

1- Nem todo mundo pode fazer clareamento dental

Já vamos começar logo com essa porque se você estiver em uma das restrições para realizar o clareamento dental, nem precisa continuar lendo o artigo rsrs.
Brincadeiras à parte, leia o artigo sim, você pode auxiliar alguém que está em dúvida sobre o procedimento. =]
Mas olha só, nem todo mundo pode mesmo fazer clareamento nos dentes. E nesta lista incluem:

  • Menores de 16 anos;
  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Pessoas com manchas nos dentes pelo uso de antibióticos;
  • Pessoas com muitas restaurações;

2 – Mas então quando procurar pelo clareamento? Em quais casos são indicados?

Apesar das contraindicações, o clareamento dental ainda é um tratamento bastante democrático. Na lista de indicações, podemos citar:

  • Dentes escurecidos por hábitos alimentares onde se encontra muito corante;
  • Fumantes;
  • Pessoas que tiveram algum tipo de trauma ou queda;
  • Pessoas que passaram por tratamento endodôntico (canal);
  • Formação imperfeita dos dentes;
  • Pessoas que fizeram uso de alguns tipos de medicamentos, à exceção da Tetraciclina.

Contudo, a melhor forma de saber se você pode ou não fazer um clareamento dental é fazendo uma consulta junto ao cirurgião-dentista, que estudará cada caso individualmente, planejando o possível resultado e escolhendo o melhor tipo de procedimento para clarear a cor dos dentes.

3 – Sim, existem alguns diferentes tipos de clareamento!

Existem várias técnicas de clareamento, entre elas temos:
Clareamento a laser: feito no consultório, temos sessões de 45 a 50 minutos onde já se percebe resultado significativo logo após a primeira sessão. Variando a cada paciente escolhe-se a quantidade de sessões necessárias para finalizar o procedimento. Pode trazer sensibilidade
Clareamento caseiro: feito em casa pelo próprio paciente, pode durar entre 2 a 3 semanas na maioria dos casos. Neste é usado uma moldeira personalizada para a boca do paciente e a cada semana após o acompanhamento do dentista é entregue uma nova seringa de gel clareador para ser colocado dentro da moldeira, a qual deve ser usada em média de 3 horas por dia. Devido ao processo mais lento e gradativo causa menos sensibilidade aos dentes.
Clareamento combinado: feito o a laser conjunto com o caseiro. É indicado em casos específicos avaliados pelo dentista para que o resultado seja o mais otimizado possível.
Clareamento interno: feito em dentes escurecidos após tratamento endodôntico (canal) ou devido a trauma. Este procedimento é realizado pelo dentista, onde ele aplicará gel clareador na parte interna do dente. Em avaliação de fragilidade dentária, não é recomendado para que não haja risco de fratura. Como sua possibilidade de sucesso é variável, em alguns casos é necessário após o clareamento facetas ou coroas na intenção de recobrir o dente e melhorar a estética.
E, afinal, qual a técnica mais indicada para cada pessoa?

4 – Soluções caseiras podem danificar os dentes

Em tempos de “todo mundo sabe de tudo” é bom desconfiar das dicas de Instagram por aí, viu! Acredite apenas nas informações de profissionais da área que sabem o que estão dizendo!
Afinal, quem nunca viu algum digital influencer recomendando as mais variadas técnicas de clareamento caseiras, não é mesmo?
Entre elas, soluções à base de bicabornato, carvão, vinagre e etc, prometem (mas não cumprem) dentes brancos quase que instantaneamente. Fuja disso!
Além de não ser eficazes, podem ainda danificar o esmalte dos seus dentes.

5 – E pasta de dente clareadora? Funciona?

Não é que elas sejam totalmente ineficazes, mas é bom que se saiba que a efetividade da pasta de dente clareadora é muito baixa.
Ou seja, mais marketing do que resultados.
Isso acontece porque a quantidade de peróxido, que é a substância que clareia os dentes, utilizada nas pastas é insuficiente para promover um resultado satisfatório.
Via de regra, são utilizados nas pastas cerca de 2% do material, enquanto que no consultório, a quantidade pode chegar a 35% da substância.
Ou seja, as pastas de dente clareadoras podem até promover um clareamento superficial de manchas de alimentação, placa bacteriana ou tabagismo, mas não atingirá as camadas profundas do dente.

6 – É necessário anestesia para realizar esse procedimento?

Essa é uma das grandes perguntas iniciais e, para a alegria de todos, a resposta é não.
Não é necessário anestesia!
O procedimento, na verdade, é bem simples, tanto no consultório, quanto o caseiro. Os pacientes podem ter sensibilidades para as quais serão indicados produtos para ajudar a melhorá-las, tudo sempre monitorado e bem acompanhado pelo dentista.

7 – E os cuidados durante e após o tratamento de clareamento dental

Devemos ter atenção sobre esse assunto para que o resultado seja o melhor possível. Entre os cuidados principais durante e após o clareamento dental estão:

  • Boa escovação; (Como escolher a melhor escova dental)
  • Uma dieta mais “branca”, evitando alimentos com corante ou muito escuros ( ex: café, refrigerante, açafrão, molhos de tomate, etc);
  • Evitar também o cigarro;
  • Evitar alimentos ácidos ou cítricos que podem ajudar na sensibilidade.

O mais importante sobre clareamento dental é se lembrar que cada paciente é único e suas indicações e procedimento são individualizadas, por isso o resultado pode variar.
E aí, vamos marcar uma consulta e cuidar ainda mais da beleza de seus dentes ?
Eu sou o Dr. Fabricio Pessone, cirurgião-dentista, especialista em Ortodontia, Cirurgia Oral e Harmonização Orofacial (HOF) e Membro da Associação Brasileira de Harmonização Orofacial (ABRAHOF).
Será um prazer atender você!

RELACIONADOS

Hidratao-injetvel-ou-Skinbooster-746x413
  • 25.03.2021 | POR: Fabricio

De dentro para fora: conheça os resultados incríveis do Skinbooster

Você já ouviu falar em Skinbooster? O procedimento que alcança a camada mais profunda da sua pele e traz uma série de benefícios? Com uma proposta que obtém níveis altíssimos de satisfação por quem já realizou o tratamento, o Skinbooster é para você que quer potencializar o rejuvenescimento da sua pele, conseguindo resultados muuuito superiores […]

leia mais
botoxparabruxismo-746x413
  • 07.05.2021 | POR: Fabricio

Entenda como funciona a aplicação do botox para bruxismo

Nem só para indicações estéticas a tão famosa toxina seve. O botox para bruxismo alivia os incômodos da disfunção e pode ser aplicado apenas duas vezes no ano.

leia mais
bichectomia-guayaquil-2-458x413
  • 05.04.2021 | POR: Fabricio

Queridinha da harmonização, bichectomia apresenta ótimo resultado e satisfação de pacientes

Um rosto mais fino e com as maças ressaltadas, esse é o resultado da bichectomia. Um dos procedimentos que mais atrai pessoas que optam pela harmonização orofacial, como um plus na correção de imperfeições estéticas que as incomodam. A bichectomia seja, talvez, um dos procedimentos que mais ganhou alta visibilidade, principalmente após famosas como Jennifer […]

leia mais

NEWSLETTER

Receba dicas em seu email