breadcrumbs

Botox preventivo evita formação de novas rugas; veja com qual idade aplicar

Portrait of an attractive young woman receiving botox treatment.

27.04.2021 | POR: Fabricio

O nome botox preventivo já diz muito sobre o que se trata. É uma forma de usar a toxina botulínica na prevenção de rugas e marcas de expressão no rosto.
Todos nós fazemos diversas movimentações faciais desde crianças. Se espantados ou  surpresos, arqueamos as sobrancelhas, se irritados, a face toma uma expressão de braveza com sobrancelhas contraídas, se felizes, até mesmo os nossos olhos se fecham “sorridentes” – o famoso “sorrir com os olhos”.
Acontece que todos esses movimentos, muito saudáveis por sinal, com o passar do tempo, vão marcando o nosso rosto. 
Principalmente porque, a partir dos 25 anos, a nossa produção natural de antioxidantes, que ajudam a combater o envelhecimento, começa a declinar.
É aqui que a aplicação preventiva do botox pode te ajudar.
Pensando em esclarecer essa que é uma das dúvidas mais comuns dos interessados em aplicar botox, nós, da Expodonto, resolvemos escrever este artigo com o que você precisa saber sobre o botox preventivo.
Sem muitas delongas e de forma bem simples, vamos ao que interessa!

Afinal, existe idade mínima para aplicar botox?

A resposta é sim e não. Como vimos, a partir dos 25 anos, a nossa pele começa a sofrer as consequências da passagem de tempo, vai perdendo o viço, a elasticidade e a hidratação.
Com isso, as chamadas rugas dinâmicas, que são aquelas que aparecem durante os movimentos faciais – franzir a testa, levantar sobrancelhas – começam a ficar mais evidentes.
Sendo assim, poderíamos dizer que, a partir dos 25 anos, já seria uma idade ideal para começar a fazer o botox preventivo.
Por outro lado, há que se considerar que nem todo mundo passa por um processo de envelhecimento igual.
Fora as alterações fisiológicas, há uma série de outros fatores que devem ser observados para a aplicação preventiva do botox.
Fatores genéticos e hábitos, por exemplo, são importantes indicativos na hora de decidir pelo uso da toxina botulínica. 
Por exemplo, pessoas que fumam, que se expõem demais ao sol, que não se hidratam corretamente, que não fazem uso de protetores solares ou dermocosméticos são, evidentemente, mais propensas a envelhecerem mais rápido.
E, assim, talvez, com 25 anos, já apresentem vincos mais profundos na face, ao contrário de quem, desde mais jovem, se cuida e cuida de sua pele.
Ou seja, fazer tratamento com botox tem mais a ver com o padrão individual de envelhecimento de cada um, incluindo aí o seu modo de vida, do que, propriamente, a idade em si.
Mas o grande termômetro para aplicar ou não o botox preventivo é, na verdade, o seu grau de satisfação com o que você enxerga no espelho.
Portanto, se olhe! Faça expressões na frente do espelho, se observe!
O que você vê te deixa feliz? Levanta a sua autoestima?
Independente se você tem 25 ou 50 anos, o grande lance é estar bem consigo mesmo! É isso que buscamos entregar para cada um de nossos clientes todos os dias.

Qual a frequência de aplicação do botox preventivo?

A ação do botox, uma vez realizado o tratamento, dura, em média, de 4 a 6 meses. Novamente, esse tempo é maior ou menor dependendo muito dos hábitos de cada um.
Porém, no sexto mês o efeito do produto já não existe mais.
Para quem quer manter sempre o efeito do botox na pele, o ideal seria aplicar de 4 em 4 meses. Mas se for para usá-lo de forma preventiva às rugas, uma vez por ano já surte efeito.

Como é o mecanismo de ação do botox preventivo?

O botox age evitando a contração muscular. Ao aplicá-lo, há um relaxamento temporário dos músculos que receberam o produto, deixando então o rosto com uma fisionomia mais leve e jovial.
Assim, uma vez que os músculos não vão se contrair rigidamente, as rugas de expressão, automaticamente, serão também amenizadas.
Além disso, uma coisa leva à outra. Ou seja, um rosto mais “descansado”, devido à ação do botox, evita ou ameniza as marcas de expressão, que, consequentemente, previne o surgimento das chamadas rugas estáticas.
As rugas estáticas são aquelas que aparecem na face mesmo sem movimentação alguma. 
Ao longo dos anos, fazemos diversas expressões faciais que se tornarão rugas estáticas.
O botox então atenua os movimentos agindo nas rugas enquanto ainda são de expressão e, assim, evita o aparecimento da ruga estética.
Sendo assim, o botox realmente tem uma função preventiva.

Onde o botox preventivo pode ser aplicado? 

O botox preventivo pode ser aplicado, principalmente, nas regiões onde formam-se as marcas de expressão no rosto.
Pés de galinha, código de barras (rugas na boca, quando faz “biquinho”), rugas na glabela (entre as sobrancelhas, quando faz cara de bravo), na testa, arquear as sobrancelhas.
Isso no caso do uso do botox de maneira preventiva com finalidade estética.
Mas o botox também age corrigindo problemas funcionais da face, como o bruxismo e o sorriso gengival, por exemplo.

Fazer só botox dá resultado? 

Essa é uma pergunta bastante comum daquelas pessoas que estão começando a entender sobre os benefícios do botox.
Mas a resposta para ela depende muito do que a pessoa está buscando, o que seria esse “resultado”. 
Visto dessa maneira, se o seu objetivo é atenuar as rugas de expressão e prevenir as estáticas, o botox preventivo, por si só, resolve o problema. Além de deixar a pele com um aspecto muito mais saudável e bem cuidada.
Agora, se a ideia é, além disso, corrigir outros aspectos do rosto como, por exemplo, dar ou retirar volume de alguma região ou ainda uma pele mais firme e lifting no rosto, o botox preventivo não faz todo o trabalho sozinho.
Nesse caso, o uso combinado do botox com outros procedimentos da harmonização orofacial como os preenchimentos faciais e o preenchimento labial, ou ainda os fios de sustentação facial são extremamente eficazes.

Botox preventivo e bons hábitos: o segredo para um efeito duradouro

Quer ampliar ainda mais os efeitos do seu botox preventivo? Adquira bons hábitos!
Ainda que a aplicação preventiva do botox se mostre bastante eficaz na melhora dos efeitos do envelhecimento da pele, cultivar bons hábitos e cuidados é essencial para deixar a técnica ainda mais efetiva.
Seja seu principal aliado e não fique refém, única e exclusivamente, dos tratamentos estéticos! 
Use-os a seu favor, potencializando os seus resultados, principalmente se você já tem uma genética favorável ao aparecimento de rugas.

Veja os principais cuidados:

  • Tenha uma alimentação saudável, evite o consumo de açúcar, gorduras “ruins” e industrializados;
  • Beba basta água para deixar a pele hidratada;
  • Use protetor solar todos os dias;
  • Tenha uma rotina de cuidados com a pele que envolva limpeza, tonificação e hidratação;
  • Minimize as expressões faciais, como forçar as vistas, enrugar a testa.

Além disso, procure um profissional capacitado para avaliar o seu caso e indicar os melhores e mais adequados tratamentos. 
Aqui na Expodonto, contamos com um time de odontólogos especializados e preparados para entregar a você a sua melhor experiência em procedimentos estéticos e funcionais.
Entre em contato agora mesmo, agende a sua avaliação gratuita e esclareça todas as suas dúvidas.
Eu sou o Dr. Fabricio Pessone, cirurgião-dentista, especialista em Ortodontia, Cirurgia Oral e Harmonização Orofacial e Membro da Associação Brasileira de Harmonização Orofacial.
Será um prazer conversar com você!

RELACIONADOS

bichectomia-guayaquil-2-458x413
  • 05.04.2021 | POR: Fabricio

Queridinha da harmonização, bichectomia apresenta ótimo resultado e satisfação de pacientes

Um rosto mais fino e com as maças ressaltadas, esse é o resultado da bichectomia. Um dos procedimentos que mais atrai pessoas que optam pela harmonização orofacial, como um plus na correção de imperfeições estéticas que as incomodam. A bichectomia seja, talvez, um dos procedimentos que mais ganhou alta visibilidade, principalmente após famosas como Jennifer […]

leia mais
masculinizaçãofacial-700x413
  • 18.05.2021 | POR: Fabricio

Você sabe o que é masculinização facial? Entenda!

A masculinização facial é um conjunto de tratamentos não cirúrgicos personalizados para criar uma estrutura facial com um aspecto mais masculino. A masculinização facial envolve tratamentos injetáveis ​​com preenchimentos dérmicos para criar uma aparência visivelmente masculina. As injeções podem alterar a aparência do queixo, nariz, mandíbula, boca e outras características faciais.   Sou um bom […]

leia mais
Preenchimento labial não durou: veja o que pode ter acontecido e o que fazer
  • 12.09.2021 | POR: administrador

Fez preenchimento labial e não durou? Entenda os motivos e o que fazer

Se você fez preenchimento labial e não durou, ou se conhece alguém com este problema, você acaba de chegar no lugar certo. Que o preenchimento labial virou uma febre, você já sabe. E que ele deixa a boca ma-ra-vi-lho-sa também, não é mesmo! Mas talvez o que você não saiba exatamente é como este procedimento […]

leia mais

NEWSLETTER

Receba dicas em seu email